Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé
a close up of a fish

Tubarão-martelo
(Sphyrna zygaena)

Todas as espécies de Tubarão-martelo têm um aspecto bastante bizarro e por isso são fáceis de identificar. Nesta espécie, o focinho é extremamente alargado dando à sua cabeça um formato em T, parecido com o de um martelo. Os olhos são posicionados em ambas as pontas do T, permitindo aos animais uma visão completa de 360 graus.

O focinho também contém poros sensoriais altamente sensíveis que atuam como um único órgão sensorial, capaz de registar impulsos eléctricos. Isto permite aos Tubarões-martelo detectar eficazmente os campos eléctricos das suas presas.

Os Tubarões-martelo nadam perto do fundo do oceano e, com a ajuda destes sensores, podem detectar as presas escondidas no solo. O seu sentido eléctrico dá-lhes várias vantagens de caça à noite, tornando-os em grande parte notívaros no seu comportamento forrageiro. Estes vivem principalmente em grupos (cardumes), o que é altamente invulgar noutras espécies de tubarões.

Apesar do seu tamanho potencialmente grande, os ataques aos humanos são muito raros. Nas águas da Madeira encontramos ocasionalmente jovens Tubarões-martelo caçando à superfície, que são normalmente bastante tímidos e nadam muito rapidamente para se escaparem.

Informação geral

Tamanho dos animais adultos: 250cm – 350cm

Presas: Alimentam-se de pequenos tubarões e raias, peixes, camarões, caranguejos, cefalópodes.

Ciclo de vida e comportamento: Estes animais atingem a maturidade sexual quando têm um comprimento de cerca de 300cm. As fêmeas dão à luz aproximadamente 30 a 40 crias que são sustentadas no útero por uma estrutura semelhante à placenta que se desenvolve a partir do saco gestacional. Isto significa que os Tubarões-martelo pertencem ao grupo dos peixes vivíparos, todos os quais dão à luz crias vivas.

Hábitat e alcance: Ocorrendo globalmente em mares tropicais e subtropicais, tanto em zonas costeiras como em mar aberto. Normalmente nadam a uma profundidade de entre os 0 a 20m, mas também podem mergulhar mais fundo, até cerca de 200m.

Características distintivas: Cabeça caracteristicamente larga; dorso cinzento-azeitona ou cinzento escuro; barriga branca; as barbatanas têm uma ponta mais escura ou preta.

Taxonomia: Classe: Condrichthyes (peixe cartilaginoso); Subclasse: Elasmobranchii (tubarões e raias); Família: Sphyrnidae (tubarões-martelo)

Ameaças: Estes tubarões morrem frequentemente em redes de pesca e são mesmo caçados activamente em alguns países (para a sopa de barbatanas de tubarão). A sua carne é considerada uma iguaria local, o seu fígado é rico em óleo, e a sua pele é transformada em material de construção (lixas). Algumas partes do corpo são também utilizadas na medicina tradicional chinesa.

Outras ameaças são os exercícios navais com sonar e a poluição.

Skip to toolbar