Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé
a blurry image of a fish

Golfinho-riscado
(Stenella coeruleoalba)

Os golfinhos-riscados vivem em grupos entre 12 a 500 animais ou mais. São por vezes encontrados na companhia de golfinhos-comuns ou golfinhos-pintados. São animais impressionantes já admirados pelos antigos gregos que os pintaram em frescos em Micenas.

Informação geral

Tamanho dos adultos: 1,8m – 2,5m

Presas: peixes, cefalópodes e crustáceos.

Comportamento: Muito activo na superfície, executando frequentemente saltos acrobáticos com comportamento de grupo sincronizado. Nas águas da Madeira, são relativamente tímidos e aproximam-se apenas de barcos na companhia de outras espécies de golfinhos, mais interactivos.

Alcance: Os golfinhos-riscados ocorrem globalmente em águas quentes temperadas e tropicais. Normalmente preferem águas distantes da costa. Existem provas científicas que indicam que migram sazonalmente, seguindo correntes de águas quentes.

Madeira: Ocorrem durante todo o ano, geralmente mais longe da costa quando os golfinhos-comuns ou golfinhos-pintados estão por perto.

Características distintivas: Corpo esguio com riscas de diferentes cores entre os olhos e a barbatana. Duas riscas são especialmente visíveis: uma estende-se dos olhos até ao abdómen inferior e a outra, risca mais pequena dos olhos até ao ínicio das barbatanas peitorais. São de cor escura na dorsal com uma barriga pálida e uma mancha cinzenta que se estende sobre a barbatana. A sua testa encontra o seu bico num ângulo agudo. Pensa-se que os golfinhos-riscados vivem por mais de 40 anos e só atingem a maturidade sexual por volta dos 8 a 10 anos de idade.

Taxonomia: Subordem: Odontoceti (Baleias de dentes), Família: Delphinidae (Golfinhos)

Ameaças: Apresenta-se como não ameaçado. A dimensão estimada da população é de cerca de 2 milhões de indivíduos em todo o mundo. No entanto, as populações podem estar localmente ameaçadas; no Mediterrâneo, o seu número diminuiu drasticamente devido a colisões com hélices de barcos e afogamento em redes de pesca à deriva ilegais. Os golfinhos-riscados ainda são abatidos no Japão juntamente com várias outras espécies de golfinhos.

Skip to toolbar