Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé
a bird flying in the sky

Cagarras
(Calonectris borealis)

As cagarras (na família Procellariidae) passam as suas vidas quase inteiramente no mar. É uma ave marinha pelágica, que só regressa a terra para se reproduzir. Pertence à ordem dos procelarídeos que também inclui os albatrozes, os painho-de-cauda-cortada e os fura-bucho-do-atlântico.

Estas aves receberam o nome das duas passagens nasais tubulares no seu bico comprido e pesado, através do qual podem expelir o sal.

Algumas espécies podem até pulverizar um líquido oleoso a partir destes tubos ao aproximarem-se dos atacantes. Os três dedos da frente destas aves estão interligados.

As cagarras, como todas as outras aves desta família, estão mais adaptadas ao voo de longa distância e são capazes de cobrir distâncias enormes e suportar tempestades severas.

Esta ave marinha pode ser vista na Madeira durante a época de reprodução entre Março e Outubro.

Informação geral

Presas: Alimentam-se principalmente de peixes e lulas; também de invertebrados e crustáceos.

Alcance: Globalmente presentes; mares e oceanos em todas as zonas climáticas.

Características distintivas: Castanho-acinzentado no dorso; ventre pálido e marcas pálidas na parte inferior das asas; asas ligeiramente arredondadas, longas; bico amarelado com um anel escuro na ponta.

Tamanho dos animais adultos: Com um comprimento de 46cm a 60cm e uma envergadura de asas de 112cm a 126cm, a Cagarra é a maior das aves marinhas que nidificam na Madeira.

Ecologia: Estas aves nidificam em colónias, principalmente em grutas e fendas nas rochas de penhascos. Uma ninhada por ano constituída por um único ovo (Maio, Junho). Estas aves são monógamas e tentam sempre acasalar com o mesmo companheiro da época de reprodução anterior e também preferem regressar à mesma colónia de nidificação do ano anterior. O período de incubação é de 51 a 61 dias. As crias eclodem completamente cobertos com penugem e têm um crescimento relativamente lento, deixando o ninho entre o segundo e o nono mês. No início, a ave mãe está constantemente com a cria até o animal jovem atingir um certo tamanho, exigindo que ambos progenitores deixem o ninho em busca de alimento. Ao alimentar-se, a ave-mãe agarra o bico da cria num ângulo recto e regurgita a sua comida para a alimentar. Durante a época de reprodução, as vocalizações das aves progenitoras podem ser facilmente ouvidas a uma curta distância dos locais de nidificação. Em voo, elas emitem um grito estridente. A maior colónia mundial de Cagarras constituída por cerca de 13.600 pares reprodutores, pode ser encontrada nas ilhas Selvagens entre a Madeira e as Canárias. Fazem ninho no solo (em tocas). São aves de vida longa e muito vocais que são muito sociais, muitas vezes até formando “jangadas” no mar.

Taxonomia: Classe: Aves (Pássaros); Ordem: Procellariiformes (Narinas tubelares)

Ameaças: No passado, esta espécie foi explorada levando a reduções significativas nas suas populações. Hoje, espécies invasivas como ratos, gatos e gado apresentam a maior ameaça juntamente com a poluição luminosa.

Skip to toolbar