Passar para a navegação primária Passar para o conteúdo Passar para o rodapé
a blurry image of a fish

Baleia-comum
(Balaenoptera physalus)

A Baleia-comum é a segunda maior criatura viva depois da Baleia-azul. São nadadores extremamente ágeis e elegantes e podem atingir velocidades até 40km/h, o que faz delas uma das mais rápidas de todas as grandes baleias e concedeu-lhes a alcunha de “Greyhounds of the ocean”.

As baleias-comuns comunicam utilizando baixas frequências na gama de infra-sons, estas podem ser ouvidas por outras Baleias-comuns até a uma distância de 850km.

Os seus mergulhos são de pouca profundidade com um mergulho registado num máximo de 230m e podem ter uma vida muito longa, sendo que o espécime mais antigo registado – capturado na Antárctida – tem aproximadamente 111 anos de idade.

As Baleias-comuns são baleias de barbas e pertencem à família dos rorquais e utilizam placas de barbas como sistema de filtragem das suas presas (ver a descrição da Baleia-de-Bryde para mais explicações sobre os rorquais).

Informação geral

Outros nomes: Finbeque

Tamanho dos adultos: As fêmeas podem crescer até 26m (maiores do que os machos)

Presas: peixe em cardume, crustáceos platónicos, tais como copépodes e krill

Comportamento: Normalmente encontrada sozinha ou em pequenos grupos. Quando se avistam grupos na Madeira, o comportamento de acasalamento também pode ser observado.

Alcance: Distribuição global em águas temperadas tropicais profundas e polares. Algumas populações migram para águas mais quentes em latitudes mais baixas no Inverno e para as regiões polares no Verão. Outras populações de Baleias-comuns podem permanecer num único local durante todo o ano, como as que vivem no Golfo da Califórnia e no Mediterrâneo.

Madeira: Encontrada no final da Primavera do início do Verão

Características distintivas: Provavelmente a mais elegante e esbelta de todas as baleias maiores com um sopro estridente e uma grande crista central que se estende ao longo do seu rostro. Podem ser facilmente distinguidas pela coloração assimétrica característica nas suas cabeças; a cavidade oral, o lábio inferior e as barbas são brancas no lado direito, enquanto que no lado esquerdo são uniformemente cinzentos.

Taxonomia: Subordem: Mysticeti (Baleias de barbas); Família: Balaenopteridae (Rorquals)

Ameaças: As populações globais desta espécie foram fortemente dizimadas devido à caça intensiva nos últimos séculos. Ainda são caçadas na Islândia, Gronelândia e Japão, embora as populações de todo o mundo estejam registadas como ameaçadas. Outras ameaças para a espécie incluem colisões com embarcações e emalhamento em redes de pesca.

Skip to toolbar